REVIEW - CasaCor Bahia 2018


A CasaCor é a marca mais importante no mercado de arquitetura e decoração do país. Chegamos em 2018 com o espírito de celebrar os ciclos da vida. Se a casa é viva, devemos celebrar o novo ciclo de compartilhamento e colaboração que vive nosso mercado

Luisinha Brandão, franqueada da CasaCor Bahia

Finalizada nesse último domingo, 11 de novembro, a 23ª edição da CasaCor Bahia trouxe a temática nacional – A Casa Viva – para a capital baiana de uma forma excepcional. Realizada na Chácara Baluarte, no Santo Antônio Além do Carmo, com uma vista incrível para a Baia de Todos os Santos, a mostra celebrou o sentido de coliving, a integração das pessoas e das sensações. Em tempos que empresas como AirBNB e Uber estão em alta, por que não compartilhar o viver, a habitação? A estrutura do evento contou com 36 ambientes que se espalham pelo masterplan concebido pelo arquiteto baiano David Bastos e dividiu-se em 3 grandes setores: os lofts, o coliving e a costore. “O visitante vai perceber que os ambientes grandes e suntuosos vão dar lugar aos apartamentos individuais e espaços de coliving, que são as tendências em moradias nas grandes cidades”, explica Luisinha Brandão, franqueada da CasaCor Bahia.

Na área dos lofts, de cerca de 38m², o ponto focal é a vista que os ambientes têm para a Baía de Todos os Santos, que banha a capital baiana de uma forma inesquecível. Foram dez lofts lindamente decorados de acordo com o perfil de cada morador, definido pelo profissional responsável pelo ambiente. Já no setor de coliving, encontramos apartamentos individuais de cerca de 20m² que tinham conexão para às áreas de uso compartilhado, com living, cozinha, sala de TV, coworking e banheiros. A tendência de coliving é algo mundial e vem na contramão do isolamento proporcionado pelas novas tecnologias que acabam por ignorar o contato pessoal entre as pessoas. “O coliving permite resgatar uma convivência harmônica, olho no olho. Um contato que é cada vez mais valorizado atualmente”, comenta Luisinha. E, ao final, temos o setor de costore, uma novidade na edição, que reuniu uma loja e um restaurante colaborativos. A loja reuniu trabalho de artistas, artesão e empreendedores locais num único espaço. Já o restaurante funcionou num sistema de “ocupação gastronômica”, onde recebeu três diferentes restaurantes durante a mostra. Ambos ambientes funcionavam de forma independente dos outros setores da CasaCor; visitantes poderiam usufruir do restaurante e da loja sem, necessariamente, visitarem a mostra.

Ah, já ia esquecendo de um outro ponto alto da mostra, que foi uma homenagem ao fotógrafo e antropólogo francês Pierre Verger, que viveu grande parte da sua vida na Bahia e era apaixonado pelo estado. Comemorando os 30 anos da Fundação Pierre Verger, foi feita uma instalação de 40 fotografias que retratavam a cultura, costumes e o cotidiano do baiano na década de 50. São peças incríveis, que remetem à capoeira, carnaval, orixás e a arquitetura das cidades baianas. Inclusive, junto aos posts da CasaCor Bahia lá no nosso Instagram, também temos uma visita ao Espaço Pierre Verger da Fotografia Baiana, instalado em um forte secular, vale a pena conferir.

Mas, voltando à mostra, quem nos segue no Instagram já conferiu a nossa visita por lá por meio de Stories e postagens, onde fizemos um TOP3 de ambientes que mais gostamos nessa edição. Se você ainda não viu, não perca tempo! Clique AQUI, AQUI e AQUI, veja os nossos posts e Stories (nos destaques) sobre a CasaCor Bahia 2018. Aliás, esse TOP3 foi definido pelo nosso arquiteto colaborador Henrique Magno (@henriquemagnoarquitetura) e a arquiteta e fotógrafa Anna Paula Matos (@annapaulamatosfotografa) que foram à edição e criaram esse conteúdo para a nossa plataforma. Mas, se de 36 ambientes, fizemos um TOP3, quer dizer que ainda tem muito ambiente pra ser falado né? Vamos deixar aqui os resumos e imagens para que vocês possam sentir como foi a edição baiana e inspirem-se com tantos ambientes lindos! Os ambientes estão organizados por ordem alfabética dos profissionais e os textos foram cedidos pela equipe de marketing da CasaCor Bahia.

JARDIM DO CARMO POR ALANA SIQUARA, LÍVIA IMBASSAHY E NANCY RIBEIRO

Desconectar... Um espaço pensado para quem aprecia arte e gosta das sensações que ela causa! Decorado com esculturas de Elezer Nobre que permitem uma experiência estética e tornam o ambiente perfeito para esquecer o mundo lá fora e conversar, curtir a família e amigos. Seguindo uma tendência intimista e em sintonia com a natureza, seu paisagismo é marcado por linhas mais orgânicas. Além de usar um deck de madeira sustentável, o ambiente acolhe obras que seguem a mesma linha.

JARDIM DAS ESCULTURAS POR ALEX SÁ

A contemplação da arte e da natureza guiam o Jardim das Esculturas, que será a porta de entrada para a CASACOR. Entre esculturas, árvores e palmeiras, o público poderá apreciar o ambiente e ainda refletir sobre a existência de um mundo cada vez mais carente de espaços verdes. A harmonização é garantida pela presença de diversos tipos de palmeiras e árvores como Pau Ferro, Pau Brasil e Oiti. O ambiente fica completo com a presença de esculturas de artistas de diferentes estilos em meio a paisagem e um espaço reservado às fotos do fotógrafo André Sá Gomes.

CASAR É UM BARATO POR ANA CLAUDIA NONATO E ANA PAULA NONATO

Encomendado pela empresa proprietária do Cerimonial Baluarte, o projeto apresenta o estilo contemporâneo, com elegância e atemporalidade. Cheio de personalidade, em homenagem a Claudia Leite, o local celebra uma bela história de amor através de artefatos, móveis e uma iluminação especial. No closet, peças carregadas de memórias e histórias, como os vestidos usados na cerimônia de casamento e na renovação de votos da artista, ambos criados especialmente para a homenageada.

AZUL DA COR DO MAR POR ANA LÚCIA CERVINO, LUANA CERVINO E MÁRCIO DAVI

Um ambiente despojado, moderno, sofisticado e com toques regionais. Inspirado na artista plástica baiana Maria Adair, os profissionais tentaram traduzir a mulher bem-sucedida, apreciadora de um design inovador e arrojado. O projeto concilia os momentos de lazer e inspiração, imerso em uma atmosfera sustentável distribuído em quatro ambientes: cozinha, living, quarto e banheiro, onde foram mesclados os tons naturais da madeira e concreto aparente, deixando o colorido da arte entre as peças quase decorativas de acabamentos específicos.

TOALETE FUNCIONAL PNE POR ANA PAULA ROCHA E LORENA VALVERDE

Saindo do clássico “branco com barras cromadas”, este banheiro é cheio de vida e estilo. A ideia foi criar uma atmosfera aconchegante e inusitada através da mescla de materiais nobres e rústicos, como o granito na parede, o chapisco no forro e o porcelanato concreto no piso. A natureza adentra o espaço através da criação de um jardim natural e uma clarabóia que simula a luz do sol banhando o ambiente. Protagonista no projeto, a cor verde associada aos metais e os acessórios rosé gold marcam o contraste entre o simples e o sofisticado.

HALL E TOALETE DO JARDIM POR AUGUSTO SENNA E MARCELA SILVEIRA

Um ambiente inovador e ousado! A partir do uso materiais com aspectos de extração bruta e industrial com detalhe sofisticados, cores terrosas, móveis práticos e versáteis, os profissionais propõem um banheiro funcional com um ar aconchegante, tornando um lugar para um breve descanso, num lounge preparado para seus visitantes, transformando uma área de passagem em um local de interação.

WE ALL LIVE IN A YELLOW SUBMAINE POR BIANCA LOPES E TALITA FREIRE

O espaço We all live in a yellow submarine (Todos nós vivemos em um submarino amarelo), é um convite à diversão e contato com a música, ao fazer uma referência aos Beatles. Com premissa ecofriendly, a brinquedoteca reproduz uma estrutura de submarino em container marítimo reaproveitado. Destaque para uso de materiais e técnicas sustentáveis como isolamento termoacústico em lã de pet e painéis solares. Um ambiente original, sensorial e lúdico para garantir o lazer dos pequenos.

FOTOGRAFEI VOCÊ NA MINHA ROLLEYFLEX POR BRUNA OLIVEIRA

Pensado para homenagear a fotógrafa Sinisia Coni, o espaço é composto de um estúdio e de sua casa, e promove a sinergia entre o verde da vegetação que circunda o espaço e o calor da energia humana que emana das fotos. As paredes de vidro fazem a integração da natureza e o urbano, assim como a utilização da madeira, do couro e do cobre nos artigos de decoração evidenciam o estilo sofisticado do espaço. Através da percepção das novas formas de uso dos espaços e dos hábitos presentes no dia a dia, foram criadas áreas distintas, mas que possuem a praticidade, funcionalidade e modernidade em comum sem abrir mão do conforto.

QUANDO O SEGUNDO SOL CHEGAR POR CATIA BACELLAR

Criado para expressar o estilo casual chic do homem jovem, elegante e antenado com as tendências, esse estúdio foi criado para “Beto Falcão”, uma referência ao personagem principal da novela Segundo Sol, o qual tem seu estúdio no Bairro de Santo Antonio Além do Carmo. A profissional optou por uma iluminação aconchegante e pelo design arrojado com peças que esbanjam beleza, modernidade e refinamento. Destaque para os mobiliários em tons amadeirados e terrosos, imprimindo todo o requinte e sofisticação despojada do homem contemporâneo.

CASA NERO POR CECILLIA REIS E MARIANA BARRETO

A união das linhas retas e curvas se sobressai nesse projeto O espaço recebe o nome Casa Nero, em homenagem à cor preta que é bem marcante e proporciona às instalações um estilo contemporâneo e jovem. O principal objetivo do ambiente é deixar a vida mais leve, com soluções que simplifiquem as relações e aproximem as pessoas, aliando o clássico e o moderno com materiais nobres e a incidência de luz natural.

LA NOSTRA CASA IN CIMA AL MONDO POR DAVID BASTOS

Primando pela autenticidade, o profissional traz em seu projeto a integração entre o ambiente e a natureza, aproveitando a vista privilegiada da Baía de Todos os Santos. Destacando-se pela inovação e um estilo único de arquitetura, o espaço traz um requinte inspirador ao ser composto por materiais escuros, como o piso, a parede e o teto em carvalho ebanizado, além de louças e metais pretos, o que garante um contraste refinado com o mobiliário e o quartzito Roma Imperiali.

ORIGENS POR DINAH LINS

Requinte e natureza atuam em sinergia nesse ambiente. Com o nome de ‘Origens’, tem como fonte de inspiração a natureza, a Amazônia e os índios e se destaca pelo uso de tons terrosos e o verde. Pensado para o casal contemporâneo que gosta de receber os amigos acompanhados de uma boa música, o objetivo do espaço é ser um local de contemplação, primando pelo refinamento, através do uso de elementos da natureza, buscando ser acolhedor, inspirador e surpreendente.

VOU TRABALHAR POR DOIS A ARQUITETURA

Buscando aliar os traços marcantes da musicalidade presentes na Bossa Nova o ambiente é marcado pela solidez e suavidade característicos do estilo musical. Através do encontro entre a sofisticação, a criatividade e a inovação, o ambiente presta homenagem a João Gilberto, um dos maiores nomes da música brasileira. Quem entra no escritório se sente automaticamente transportado aos anos 60, mesmo com os seus tons contemporâneos e ambientação que explora a brasilidade.

TOALETE FUNCIONAL MASCULINO POR FERNANDA GABRIELA LEAL

A inspiração para este banheiro masculino vem do futebol de mesa, que marcou a infância de muitas gerações. A ideia é trazer uma proposta emocional, enraizada na memória afetiva de pais e filhos que jogavam juntos e na paixão coletiva que o futebol costuma despertar. O espaço tem design contemporâneo, com utilização de pias em formato de fonte, louças em cores variadas.

ATIVIDADE NA LAJE POR FERNANDO ROCHA E MARCOS MALAMUT

O projeto se desenvolve em uma ampla laje sobre a encosta, aproveitando-se da paisagem que vai do Elevador Lacerda a Ponta de Humaitá. Foi concebido como um lugar de relaxamento, ligado à paisagem circundante. O espaço que é marcado por uma escultura criada especialmente pelo artista Guru Moreno, e limitado por um grande biombo vegetal, é também circundado por água em movimento e faz uso integrado de recursos como as estruturas construídas, a paginação dos pisos, do mobiliário e de objetos de arte.

RESTAURANTE ARAUCO POR FREDERICO JORDAN

O projeto visa proporcionar ao cliente do restaurante a oportunidade de apreciar o belíssimo por do sol da Baia de Todos os Santos, e seu envolvimento com a beleza exuberante da natureza que circunda toda área. Na fachada, a volumetria do painel tridimensional e o detalhe da iluminação cênica roubam os olhares dos visitantes. Em destaque, um bar, que serve ao restaurante e à área circunvizinha, sendo as mesas distribuídas no avarandado do casarão colonial; tudo isso envolvido num paisagismo harmonioso.

PRA FICAR ATÉ TARDE POR GABRIELA AHRINGSMANN E PAULA RISÉRIO

A modernidade e a natureza se encontram neste espaço único com pouco mais de 30m². Seguindo a tendência dos apartamentos modernos, as profissionais apresentam uma comunicação direta entre a sala de estar e a varanda gourmet, além do aconchego e a leveza dos elementos da natureza, presente na escolha das cores e dos materiais utilizados. Neste ambiente, a inovação e a praticidade são aliadas, tornando o ambiente próximo da realidade e viável para os visitantes.

OFICINA DO ARTISTA POR GAM ARQUITETOS

A proposta visa transmitir leveza e equilíbrio em um espaço amplo e despretensioso, com arquitetura marcante presente desde os elementos construtivos até o mobiliário. OS profissionais trabalharam com materiais primários, zelando pela pré-existência dos elementos através de uma intervenção de baixo impacto ambiental, e optaram por resgatar o concreto das estruturas, mantido com suas imperfeições. Os tons neutros e crus, valorizam o acervo de arte da Tria Galeria e compõem este ambiente atemporal, sem vínculos com modismos. No espaço, o funcional é o essencial e a beleza está na simplicidade e na imperfeição.

DÔ SHOW POR ISABEL VILLAS E PAULO HENRIQUE SOUZA

Inspirado na diretora de estilo da Revista Vogue, Donata Meirelles, este espaço recria um estúdio de trabalho alternativo com um clima informal e agradável para se estar e para trabalhar. Dividido em sala de estar, sala de jantar com bar, área de trabalho e um closet com banheiro, os profissionais utilizaram a carreira de sucesso de Donata como inspiração na hora de montar e decorar o ambiente e faz diversas referências a seu universo profissional.

MEIO BOSSA NOVA E ROCK’N ROLL POR JÉSSICA ARAÚJO

A natureza é uma obra de arte emoldurada que envolve todo o espaço, permitindo um resgate do DNA essencialmente brasileiro, tal como a bossa nova, uma vez que os elementos do ambiente são em sua maioria artesanais, traduzindo o projeto como uma poesia cheia de “bossa”. A presença do aço e do concreto assim como os tons mais frios do ambiente, traduzem o espírito rock n’ roll do espaço. As barreiras dos limites sensoriais e espaciais são quebradas com a integração do espaço interno e externo. Versátil e atemporal como ambos os estilos musicais, o loft se encaixa em varias paisagens e traduz a essência defendida pela profissional.

EM RITMO DE BOSSA POR JOÃO FREIRE

Trazendo como ponto forte a atemporalidade e o requinte, o projeto é inspirado nas suítes presidenciais de imponentes hotéis. As paredes revestidas de madeira pau ferro conferem a seriedade e aconchego desejados, assim como o uso do couro compõe um cenário atual e confortável. Não passam despercebidas as grandes poltronas na cor verde, além da iluminação responsável por gerar efeitos cênicos e conduzir o visitante a uma experiência agradável.

JARDIM DO SAPOTIZEIRO POR JOILSON BARBOSA E TÂNIA FACCHINETTI

O jardim deve ter função para ser utilizado em sua plenitude. Diante da potencialidade do local, com a bela vista para a Bahia de Todos os Santos, foi projetado um jardim dedicado à contemplação e ao relax. Seguindo essa filosofia, além das plantas, foram incorporados dois decks, em desníveis, sendo um para apreciar o horizonte e outro que convida a ler, descansar e relaxar. O ambiente é ensombrado pelos galhos do sapotizeiro, formando um clima de descanso sob a proteção da natureza.

CURTIR E COMPARTILHAR POR JOSÉ MARCELINO

As novas tendências de compartilhamento e colaboração dão vida a esse espaço. Marcada pela diversidade e multiplicidade, a CoStore reúne trabalhos de artistas, artesãos e empreendedores locais nas áreas de gastronomia, decoração, artigos para o lar e acessórios masculinos e femininos. Com 90 m² e inspirações contemporâneas, o espaço é moderno, arrojado, clean e sustentável, utilizando móveis reaproveitados de modo a manter a arquitetura original, sem intervenções.

UM MAR QUE NÃO TEM TAMANHO POR LAÍS GALVÃO

Aconchego e funcionalidade. Remetendo a uma casa de praia, o espaço reúne ambientes de living, jantar e gourmet pensados para oferecer praticidade, despojamento e ao mesmo tempo sensação de acolhimento. As cores neutras predominam no ambiente, dialogando com tons vivos de azul e laranja nos mobiliários assinados por grandes nomes do design nacional e internacional. Obras de arte, instaladas em paredes, piso e suspensas no teto, valorizam o ambiente em suas diversas dimensões.

TOALETE FUNCIONAL FEMININO POR LORENA DAMÁSIO

Através de materiais que traduzem a noite e o glamour, o espaço foi idealizado para mexer com o imaginário do público feminine, através de elementos que trazem consigo uma proposta totalmente black, tendo suas bases e inspirações no escuro da noite traduzidos através do uso de materiais sofisticados em uma única cor: preto. Contrapondo esse clima dramático e dando um toque feminino, espelhos na cor bronze aplicados na marcenaria criam um jogo de volumes, sequência e fragmentação, e para finalizar com charme, o dourado é usado em abundância nos metais e detalhes do projeto.

VOCÊ TEM FOME DE QUÊ? POR LUIZ CLAUDIO MOTTA E MARCUS LIMA

Duas ilhas com balcões para refeições compõem o ambiente de cozinha e jantar do coliving, espaço de socialização que abraça os ideais de sustentabilidade. Com a proposta de ser única, prática e espaçosa, o projeto tem revestimentos de fácil limpeza e manutenção, a exemplo do piso vinílico e inox nos armários. A sofisticação é garantida pelas paredes de vidro, persianas de madeiras e telas solares, regulando assim a luminosidade do espaço. A ambiência ganha um ar humanizado através da parede revestida por plantas hortaliças e a iluminação tira proveito do pé direito alto utilizando spots direcionados e pontuais.

PODE ENTRAR, A CASA É SUA POR LUIZ HUMBERTO CARVALHO

A atmosfera da CASACOR pode ser apreciada desde a entrada, quando o visitante chega à Bilheteria. O ambiente traz, de forma notória, a personalidade do profissional traduzida pela praticidade e funcionalidade que o local pede, assim como o uso de materiais pré-fabricados. Através do uso da placa cimentícia, da estrutura metálica, do vidro e do “Sili Wall”, a Bilheteria mostra-se sofisticada e imponente aos olhos do visitante. O primor expressa-se nos móveis e obras de arte que foram cuidadosamente escolhidos para dar o contraponto ao projeto, além do paisagismo assinado por Alex Sá.

ONDE POSSA JUNTAR MEUS AMIGOS POR MANARELLI GUIMARÃES ARQUITETURA

Este ambiente aposta na funcionalidade sem perder elegância e modernidade. Integrando um espaço de jantar e um lounge com estilo de bar, o ambiente cria uma atmosfera cosmopolita. As inspirações vêm da Itália, com ares ultramodernos e explosão de luxo em móveis em couro e tecidos crus, além de painéis laqueados que revestem as paredes.

COMER, AMAR E REZAR POR MARCELO ROCHA E RODRIGO RODRIGUES

Com o objetivo de mostrar ao visitante que as ideias sonhadas ali também podem ser viabilizadas em sua casa ou apartamento, o projeto nasce com a premissa de ter a cozinha gourmet como foco e busca tirar proveito da vista e da proposta de casa com cara de casa. Destaque para o uso de materiais variados, integrados pelo verde e por painéis multifuncionais, assim como a presença da madeira e do metal de forma harmônica no estar, jantar e na cozinha gourmet.

É TANTO CÉU E MAR NUM BEIJO AZUL POR MARLON GAMA

O fato de a Casacor Bahia 2018 estar debruçada sobre a Baía de Todos os Santos inspirou o profissional a projetar este espaço que remete a uma cabana de praia sustentável, com a predominância da cor branca e do uso dos móveis de designers nacionais, como Sérgio Rodrigues. Couro original e tecidos 100% naturais, em sua maioria linho, vestem os móveis. As obras de arte exploram a brasilidade, a exemplo da tela multicolorida de Carlinhos Brown. O paisagismo cítrico, em sua maioria de árvores frutíferas, traz o verde para dentro da Casa Viva, em perfeita harmonia com o azul do mar, cenário principal do ambiente.

… INVENTO O CAIS POR NÚBIA CALOULA E SONJA LOPES

É o espaço perfeito para promover a reconexão com a sua verdadeira essência. A vista do mirante é de tirar o fôlego de quem ali aproveita o pôr do sol com uma boa companhia. A capacidade de se concentrar nas experiências, atividades e sensações do presente se traduzem através do Mindfulness, sutilmente aproveitado no ambiente pelas profissionais. A aliança entre a madeira e móveis de corda náutica feita à mão com um paisagismo consciente, formam os elementos essenciais para a proposta do Mirante.

ALMA DE POETA POR SILVANA ROSEMBERG

Originalidade mesclada com funcionalidade. Essa é a proposta do ambiente em homenagem ao médico Mustafá Rosemberg, atuante há 64 anos e também poeta, com alma sensível. Poesia viva, o espaço representa uma história cheia de afeto e foi pensado para atender as necessidades da vida moderna, sem perder em estilo e conforto. Destaque para os tons clássicos, as prateleiras em aço corten e as paredes revestidas em madeira.

LA VITA È BELLA POR TATIANA CAMPOS MELO

Um local pensado para descansar, reunir os amigos e a família, ler um bom livro ou, simplesmente, relaxar. Assim é o Espaço “La Vita è Bella”, um ambiente que, como o premiado filme, emana amor, cumplicidade, alegria de estar juntos em meio ao turbilhão de emoções e correria do dia a dia. Uma parede de espelho lavado com ácido traz um toque de sofisticação e elegância ao ambiente. O jardim vertical e o sofá solto no meio da sala, com assentos dos dois lados, transformam o espaço em um dos recantos preferidos da família.

COWORKING DOCA 31 POR THAIS VAZ

Com o nome de Doca 31, o coworking tem como inspiração o porto de Salvador e o transporte de culturas e historicidade que transitam na Baía de Todos os Santos. A proposta é romper com a formalidade dos ambientes de trabalho, ao estimular a interação com o espaço através de condições sensoriais que geram relações, conforto e criatividade. A sofisticação e a modernidade se fazem presentes através dos tons sóbrios da madeira em junção com as estruturas metálicas e o concreto, assim como o uso das cores fazem referência aos contêineres, conferindo padrões para o mobiliário.

CHAMPANHERIA POR TRIETTO INTERIORES

Pensado para surpreender e aguçar os sentidos, o ambiente é propício para um gostoso bate-papo e apreciar um bom champanhe. Em sintonia com o tema da mostra esse ano, Casa Viva, o espaço remete à força da natureza, trazendo uma estrutura de madeira que simboliza uma árvore, além de paisagismo verde, que dá um tom descontraído e aconchegante. A champanheria também esbanja ousadia e personalidade, com pitadas de glamour, através da harmonização de cores sofisticadas como dourado, mostarda, azul marinho, verde, vinho, marrom e branco.

ALENTO POR T3 ARQUITETURA

Descontração e conforto são os pontos chave deste espaço, idealizado para um casal prático e moderno que gosta de descansar e passar bons momentos com os amigos. O uso da madeira e da iluminação indireta garantem a integração e o aconchego dos espaços. Toques de sofisticação foram adicionados através dos detalhes em dourado, texturas marmorizadas e na utilização do couro natural. A cozinha inspira praticidade e o ponto alto é o quarto, fechado com painéis de correr, que podem ser integrados com o restante do ambiente; a cama tatame deixa o espaço mais descontraído e confortável.

Inspiração e boas ideias é o que não faltam depois dessa chuva de talento que tivemos na CasaCor Bahia 2018 né? Queiramos agradecer, imensamente, à equipe da CasaCor Bahia por ter nos proporcionado vivenciar esse lindo evento! Que venham muitos outros anos de sucesso para essa mostra que é tão importante no cenário da arquitetura e decoração do nosso país. Inclusive, quem aí já viu a temática de 2019? PLANETA CASA.

“Você já deve ter ouvido falar, alguma vez na vida, que a mudança vem de dentro para fora. Que se você desejar mudar algo, deve começar por dentro. É nessa linha que a CASACOR (...) lança seu novo tema para 2019”

Animador? Nós já estamos esperando pelas surpresas que o evento trará para o ano que se aproxima. Então, até lá!

#HenriqueMagno #CasaCor #eventosdesign #eventosarquitetura

Posts Recentes
Procurar por categoria
Arquivo
Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Pinterest Icon

Arquitetos do Brasil | 2020